Apresentações de Impacto: It’s show time

Se você entrou neste artigo, é porque está em busca de valorizar a sua apresentação ou de seus colaboradores. E uma coisa é fato, se o título não tivesse te atraído, talvez não estaria lendo aqui agora, não é mesmo?

Pois sim, o mesmo acontece com as apresentações do dia a dia, seja para seu chefe, seus clientes, no mundo acadêmico e em muitas outras situações. Chame atenção desde o início da apresentação.

“Mas, pessoal, eu não sou palestrante.” Como eu faço uma apresentação impactante em meio à agenda curta, soluções imediatas, inovação e outras demandas?

É pra isso mesmo que viemos te ajudar! 😊

Se você entrou neste artigo, é porque está em busca de valorizar a sua apresentação ou de seus colaboradores. E uma coisa é fato, se o título não tivesse te atraído, talvez não estaria lendo aqui agora, não é mesmo?

Pois sim, o mesmo acontece com as apresentações do dia a dia, seja para seu chefe, seus clientes, no mundo acadêmico e em muitas outras situações. Chame atenção desde o início da apresentação.

“Mas, pessoal, eu não sou palestrante.” Como eu faço uma apresentação impactante em meio à agenda curta, soluções imediatas, inovação e outras demandas?

É pra isso mesmo que viemos te ajudar! 😊


Você já ouviu o discurso de alguém e gostou tanto que ficou marcado em sua vida?

Pois bem, certamente, essa pessoa estudou bastante o que ia dizer, claro que de forma natural, porém com uma certa organização.

Primeiramente, é importante ter uma inspiração, alguém que você aprecia para poder espelhar isto em suas apresentações. Então, vamos para as nossas dicas de como fazer uma apresentação de impacto!

Aproveite, pois você poderá aplicá-las em apresentações pessoalmente ou até mesmo à distância!


Qual é o objetivo da sua apresentação?

Antes de tudo, tenha seu objetivo definido. O que você quer transmitir com a sua apresentação? Informação e resultados? Propostas e persuasão? E, assim que definido, deixe que esse objetivo permeie a sua apresentação.

Fale com o seu público!

Antes de fazer o speech que você tanto sonhou, lembre-se de com quem está falando. Talvez, ele não faça tanto sentido para o seu público. Então, sim, o conteúdo e a forma de falar deve ser moldado de acordo também com as características de quem vai ouvir, para poder criar uma conexão. Também é importante checar se o público, realmente, não tem as informações que você deseja apresentar, pois isso pode afetar o impacto da sua apresentação. Mas, claro, sempre coloque a base do que está falando para todos conseguirem acompanhar.

Prepare o que vai dizer.

Atrelado ao objetivo da apresentação, é muito importante ter em mente (e no papel) um roteiro da sua apresentação para que todo conteúdo faça sentido e tenha um começo, meio e fim. Faça um rascunho dos tópicos que gostaria de falar. É importante, então, ter a ideia principal, a sequência de informações para que essa ideia seja apresentada e a forma como você vai apresentar.

Hmm, tá tomando corpo!

Mais algumas dicas aqui, se precisar apresentar números, traga o significado desses números, o que também conhecemos como data storytelling, que é a arte de aplicar técnicas narrativas para fazer análise e apresentação de dados.

Busque objetividade: selecione as informações mais relevantes e entenda o conteúdo a ponto de poder explicar tudo de um jeito simples e fácil. E defina um mapa mental, algo que mostre ao público o caminho que irão percorrer para chegar ao objetivo principal.

E o tal do Storytelling?

Storytelling é realmente muito importante para sua apresentação ser impactante, pois ela conduz a sua sequência de informação de forma atrativa e relevante para o público. É a grande arte de contar histórias utilizando elementos específicos, como personagem, ambiente, conflito e uma mensagem em eventos com começo, meio e fim. E por que utilizar esta técnica? Simples, ela cria envolvimento emocional. E isso é um dos grandes segredos de como conectar o seu público à sua apresentação.

Legal! Mas e a parte visual? Como faço?

Sim! O tão importante Power Point ou qualquer outra ferramenta que possibilite fazer apresentações com recursos visuais! Algumas dicas para você se sair bem na hora de montar sua apresentação:

Menos é mais: não coloque um monte de ícones, efeitos, textos e imagens em sua apresentação, isso pode ser cansativo e tirar a atenção do que realmente importa, deixem as pessoas presentarem atenção em você.

Use cores com moderação: mesmo optando por uma apresentação mais clean, atenção ao uso das cores. Escolha poucas e de modo que não atrapalhem a visibilidade do texto no slide.

Sobre as fontes: a fonte também é algo muito importante para dar a personalidade a sua apresentação. Então, estude bem a sua escolha. Nada de Comic Sans, hein?

Depois de objetivo definido, roteiro escrito com a sequência, storytelling pronto e apresentação estruturada, é hora de:

  • Treinar bastante
  • Trabalhar seu tom de voz e respiração
  • Se atentar aos seus movimentos e expressões faciais
  • Desenvolver entusiasmo e conexão com o público

Depois de tudo isso, é hora de finalizar com chave de ouro!
O fim também tem que ser pensado? Sim! Um “muito obrigado” é ótimo, mas é melhor ainda se você:

  • Recapitular brevemente os principais pontos
  • Mencionar uma frase relevante para concluir o pensamento da sua apresentação

Bom, depois dessas dicas, com certeza, suas apresentações e as de seus colaboradores, não passarão despercebidas!

Quer saber ainda mais no detalhe e mais segredo para fazer uma apresentação de impacto? Fale conosco para conhecer o nosso curso de Apresentações de Impacto – Comunicação, Oratória e Persuasão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *